Momento Espírita
Curitiba, 26 de Abril de 2019
busca   
no título  |  no texto   
ícone Juventude interior

A juventude é essa fase dourada da vida, em que os sonhos superam a realidade, e na qual a exuberância, a força e a beleza estabelecem o seu domínio.

Na Terra, essa fase é determinada por certo número de primaveras.

É um período de tal forma atraente que desde sempre o perseguimos e desejamos nos manter nele.

Para isso, buscamos poções mágicas, fontes milagrosas, que jamais serão encontradas.

Na atualidade, com o objetivo de mantermos, por mais tempo, uma aparência jovem, frequentamos academias, nos submetemos a cirurgias plásticas, utilizamos produtos e cosméticos os mais diversos.

Tudo isso pode nos conferir uma boa aparência exterior, no entanto, importante pensarmos como estamos em nossa intimidade.

Por vezes, somos exatamente aqueles que agasalhamos ideias arcaicas, ultrapassadas, enquanto buscamos nos manter jovens por fora.

Isso nos diz que podemos retocar, modernizar a aparência que mostraremos para o mundo.

Seremos semelhantes a um presente muito bem embrulhado, com laçarotes coloridos, trazendo no interior um produto que cheira a bolor, algo com data de validade vencida há muito tempo.

Rejuvenescer ideias, espantar preconceitos, mudar pareceres antiquados exigem mais do que uma cirurgia plástica.

Podemos afugentar as rugas do corpo, mas o Espírito necessita de outros esforços para rejuvenescer.

*   *   *

Quando nos dispusermos a perceber que somos Espíritos imortais revestidos de um corpo material, apenas para viver na Terra, compreenderemos melhor o processo do rejuvenescimento.

Perceberemos que a tão procurada fonte da juventude se encontra em nós mesmos, e se mostra desde o instante em que resolvemos nos conhecer e aceitamos as mudanças naturais da vida.

Utilizando essa fonte, poderemos nos transformar intimamente, tornando mais verdadeiro e simpático o nosso sorriso; nos tornarmos mais sábios; termos um olhar mais sereno.

Tudo isso estará retratando nossa realidade de Espírito que busca evoluir, que deseja alcançar patamares mais elevados.

Quando, independente da idade que tenha o nosso corpo, soubermos admirar um raio de sol, o desabrochar de uma flor, o sorriso de uma criança, estaremos vivendo a plenitude da juventude.

Quando nosso foco estiver no aprendizado de novas ciências, novas tecnologias, estaremos mantendo ativa e jovem a nossa energia mental.

Quando buscarmos crescer para a luz espiritual, embora dependente ainda das leis materiais, nosso olhar estará em perfeita conexão com a vida.

Manter essa juventude interior deve ser objetivo de todos os que nos encontramos sobre a Terra.

Isso nos permitirá termos nossas vidas transformadas em produtivas searas, fortalecidas pelo amor de Jesus.

O perfume desse amor maior nos manterá espiritualmente jovens e repletos da vida abundante.

A juventude física é passageira, por mais tentemos deter as consequências do avanço dos anos. Entretanto, a juventude da alma que se dispõe a compartilhar suas energias, transformadas em bênçãos de luz e paz, nos enriquecerá para sempre.

Façamos mais em nosso próprio favor. Zelemos pelos exemplos que espalhamos, estejamos sempre dispostos a aprender mais e mais, em terapêutico processo de evolução constante.

Conservemo-nos eternamente jovens na intimidade de nós mesmos.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. 11,
do livro
Luz nas trevas, pelo Espírito Joanna de Ângelis,
 psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed. LEAL.
Em 9.2.2019.

 

 

Escute o áudio deste texto

© Copyright - Momento Espírita - 2019 - Todos os direitos reservados - No ar desde 28/03/1998